O alimentador de amostras do funil acumula amostras de até 15 g que serão carregadas diretamente nas unidades de dispersão do Aero S e do Aero M, permitindo que sejam obtidas medições rápidas e consistentes de pós a granel utilizando os analisadores de tamanho de partícula de difração laser Mastersizer 3000 ou Mastersizer 3000E como parte dos testes de controle de qualidade padrão de rotina.

  • Preparação de amostra simples e eficaz para amostras de pó a granel
  • Tempo para obtenção de resultados inferior, oferecendo suporte às operações de CQ rotineiras
  • Análise de massas de amostra grandes, garantindo boas amostragens e medições reproduzíveis
  • Verificação do software da alimentação da amostra e configurações de dispersão auxilia padronização e controle do método
  • As aplicações típicas incluem medição de materiais de fluxo livre e grandes, como café, assim como amostras coesas, como carbonato de cálcio.

Ao medir o tamanho da partícula e a distribuição do tamanho de materiais a granel, a dispersão de pó a seco é vantajosa, já que permite a análise de uma grande massa de pó. Isso é útil na amostragem de materiais que são polidispersos, melhorando a reprodutibilidade do resultado e ajudando na detecção de materiais fora da especificação.

As unidades do Aero S e Aero M dispersam as amostras por aceleração das partículas através de um tubo de Venturi, utilizando ar comprimido. A eficiência da dispersão é controlada pela alteração da pressão do ar aplicada e da taxa de alimentação da amostra.

Mecanismos de dispersão de pó seco

A dispersão de pó seco é obtida pelo cisalhamento de aglomerados, assim como pelas colisões entre as partículas e as colisões entre partícula e parede. Isso garante que os materiais aglomerados sejam dispersados para um tamanho de partícula primário antes da medição utilizando o sistema de análise de tamanho de partícula de difração laser do Mastersizer 3000 e Mastersizer 3000E. A energia associada a cada mecanismo de dispersão é controlada pelo usuário por meio da definição da queda de pressão do ar entre o tubo Venturi, permitindo que seja obtida a dispersão sem ruptura da partícula.

O gerenciamento da taxa de alimentação da amostra dentro do tubo Venturi é necessário para garantir que seja obtida a dispersão reproduzível. O alimentador de amostras do funil inclui uma bandeja de vibração que direciona o fluxo da amostra para dentro do tubo Venturi. O controle da amplitude da vibração, juntamente com ajustes na configuração do alimentador do funil, permite que seja alcançado o fluxo de amostras reproduzível, mesmo para materiais polidispersos ou coesivos.

Faixa de tamanho:
0,1 - 3500 µm*†
Massa da amostra medida máxima:
15 g*
Faixa de pressão de dispersão:
0 a 4 bar
Precisão da regulagem de pressão:
+/- 0,1 bar
Acurácia da regulagem de pressão:
+/- 0,03 bar
Faixa de velocidade de alimentação:
0 - 58 ms-2 (expresso como 0-100%)
Precisão da velocidade de alimentação:
2% FS
Materiais em contato com a amostra:

316 aço inoxidável
410 aço inoxidável endurecido
Vidro borossilicato
EPDM
PTFE
Poliuretano
Acetal preenchido com carbono
Alumínio
Neoprene
Policarbonato
Neodímio

Tamanho máximo das partículas:
3500 µm†
Tempo mínimo entre medições:
menos de 60 s *
Dimensões (L, P, A):
180 mm x 260 mm x 380 mm
Peso:
10,5 kg
Alimentação elétrica:
Fornecido pela unidade óptica do Mastersizer
Observações:
* Depende da amostra.
† Relacionado ao uso da unidade com o Mastersizer 3000. O limite de tamanho da partícula superior é de 1000 µl quando usado com o Aero M no Mastersizer 3000E.
Observação: materiais magnéticos não podem ser medidos utilizando o alimentador de amostras do funil, já que o alimentador inclui componentes magnéticos