Destinado a aplicações em que a disponibilidade de amostras não é problema, o Hydro LV é ideal para medir partículas grossas e de distribuição ampla, que exigem maiores volumes de amostra para assegurar uma medição representativa.

  • Tanque para volume de 600 mL de dispersante
  • Sonda de sonicação contínua de 40 W para a rápida dispersão de aglomerados
  • Arrojado sistema de bomba centrífuga com garantia de amostragem sem tendenciosidade
  • Entrada automática de dispersante
  • Controle total do software sobre todas as funções de medição, incluindo adição de dispersante, dispersão da amostra e limpeza
  • Quimicamente compatível com uma grande variedade de dispersantes orgânicos e inorgânicos
  • Unidade de dispersão de amostras é leve

A dispersão de uma amostra no interior de um líquido envolve molhar e separar cada partícula. O objetivo é produzir uma suspensão estável e completamente dispersa para a medição.

A fim de promover a molhabilidade, é fundamental escolher um agente de dispersão adequado. A água é o meio mais comumente utilizado e, quando adequado, oferece muitas vantagens em termos de custo da medição e descarte das amostras. No entanto, é possível que dispersantes não aquosos tenham de ser utilizados em algumas aplicações, tais como as que envolvem partículas hidrossolúveis.

A aplicação de sonicação promove a dispersão dos agregados. Estabilizadores podem também ser adicionados ao dispersante para prevenir sua reaglomeração.

Certas aplicações de dispersão a úmido requerem volumes de amostra relativamente grandes. Com materiais polidispersos, por exemplo, é necessário obter uma quantidade de amostra suficiente para assegurar uma população de partículas representativa em ambos os extremos da distribuição. Amostras grandes se traduzem diretamente em grandes volumes de dispersão, pois sua concentração deve ser relativamente diluída para que se obtenha uma análise eficaz por difração laser.

O Hydro LV foi concebido para dispersão por via úmida de grande volume. A sonicação acoplada promove o processo de dispersão, enquanto uma bomba centrífuga potente evita a sedimentação, assegurando que toda a amostra seja medida sem tendenciosidade. Isto é especialmente importante quando se tenta detectar a presença de um pequeno número de partículas grandes que apresentam tendência de se sedimentar ficando fora da suspensão. O fornecimento automatizado de dispersante agiliza o tempo de medição.

Esquema da unidade de dispersão úmida, mostrando o tanque de amostras, agitador, bomba centrífuga e sistema de sonicação em linha.

Faixa de velocidade da bomba:
0-3500 rpm ††
Precisão da velocidade da bomba:
+/- 50 rpm
Resolução de velocidade da bomba:
+/- 10 rpm
Vazão máxima:
2,0 L/min. ††
Potência e frequência de sonicação:
40 W máx, 40 kHz (nominal) ††
Volume máximo:
600 mL
Materiais em contato com o dispersante, aditivos e amostra:
Aço inoxidável 316 Vidro borossilicato Tygon® R-3603. ††† Viton (somente vedação de células - possibilidade de adaptação a perfluoroelastômero) PTFE PEEK FEP Nitreto de titânio Alumínio (somente conectores de tubos) Acrílico (somente protetor de respingo)
Tamanho máximo das partículas:
2100 µm †
Tempo mínimo entre medições:
Menos de 60 s †
Dimensões (L, P, A):
180 mm x 280 mm x 300 mm
Peso:
5 kg
Potência:
Modo de espera: 5W Nominal durante operação: 80W Máximo: 96W
†:
Depende da amostra
††:
Depende do dispersante
†††:
Outras classes de tubos disponíveis mediante solicitação