A medição de concentrações de partículas é um requisito onipresente em uma ampla variedade de aplicações. Em muitos casos, saber apenas o tamanho da partícula não é o suficiente, pois a concentração da amostra também podem afetar o desempenho do produto ou da resposta biológica para um vetor de fornecimento de medicação, por exemplo. Além disso, há uma crescente exigência de medição da concentração de partículas conduzida pela definição de um nanomaterial pela UE. Esta definição estipula que uma amostra contendo 50% ou mais de suas partículas por um número de distribuição, com um tamanho menor que 100 nm, pode precisar ser identificada como um nanomaterial e, portanto, ser regulamentada como tal.

Há uma ampla variedade de aplicações em que a medição de concentração de partículas é extremamente importante, incluindo:

  • Desenvolvimento, fabricação e controle de qualidade de produtos biofarmacêuticos (incluindo vacinas), nos quais a concentração de vírus está relacionada à dosagem viral e o desempenho resultante da vacina.
  • Estudos de agregação de proteínas, incluindo teste de estresse acelerado e estudos de estabilidade.
  • Medição da concentração e da diferenciação de agregados de proteína sub-visíveis e gotas de óleo de silicone em estudos de agregação de seringa pré-preenchida.
  • Fornecimento de medicamentos no qual a resposta biológica ao medicamento possa ser influenciada pelo tamanho e concentração da partícula do vetor de fornecimento.
  • Pesquisa de exossomas e microvesículas na qual a concentração de exossomas e microvesículas específicas possa ser um indicador de surgimento de doença e, portanto, é do interesse da área de diagnóstico de doenças.  
  • A toxicologia de nanopartículas na qual a concentração de partículas dentro de um ambiente biológico ou ecológico possa influenciar a resposta biológica às nanopartículas de uma perspectiva de toxicidade.
  • Requisitos regulatórios como resultado da definição de um nanomaterial pela UE no qual as distribuições baseadas em números determinam se um material é classificado como um nanomaterial ou não.

A Malvern Panalytical fornece duas tecnologias únicas para medir a concentração de partículas, a saber, Análise de rastreamento de nanopartículas (NTA) e Medição de massa ressonante (RMM). Estas duas tecnologias oferecem medição de concentração através de uma ampla e dinâmica variedade de concentrações e tamanhos, com uma variedade de medições complementares, também disponíveis como tamanho da partícula, potencial zeta de partícula única, medição de massa de partículas e fluorescência de partículas.